Feliz 2016! - e férias do blog

>> terça-feira, 15 de dezembro de 2015



Pessoal, o blog entra em férias hoje. Minha pretensão era escrever mais 3 ou 4 postagens até o fim do ano, mas mal estou conseguindo acessar o blog. Que correria! Graças a Deus, correria com alegria!

Deixo aqui registrado meus desejos para nós em 2016:

Que seja um ano de elevação espiritual,
purificação da mente e da alma,
bondade genuína para ajudar aos verdadeiramente necessitados,
saúde & coragem para lidar com os desafios - nem sempre agradáveis,
prosperidade para o contentamento do corpo e da alma!

Sobretudo, que Deus abençoe todos os nosso dias deste ano novo com Sua Paz & Proteção!


Muito obrigada por sua companhia em meu blog, Facebook e e-mail!


Beijos a todos e meu abraço carinhoso
Paula Couto


Read more...

Festa pizza em casa

>> quarta-feira, 25 de novembro de 2015


Esse ano a passagem de meu aniversário foi bastante gratificante. Senti muito carinho dos colegas de trabalho, família e amigos. Interessante: três queridíssimos amigos me parabenizaram ao mesmo tempo! Enquanto eu estava ao celular falando com um, outro me ligava no telefone fixo e o terceiro enviava e-mail. Sintonia de emoção.

Não tinha planejado nada especial para a ocasião. Porém, com tanta alegria, decidi comemorar de última hora. Sabe aquela vontade de reunir pessoas queridas, apesar da preguiça e falta de tempo? Acabou em pizza!

Assim, convidei o pessoal para comer pizza do sistema delivery mesmo. Todos toparam e gostaram da ideia.

Para dar uma caprichadinha na ocasião e não ficar "só" na pizza, servi alguns antepastos como azeitonas verde e preta, alcaparras, tomatinho uva, cubinhos de queijos, fatias de pão Panesse com sardela e manteiga, e pistache.

Em uma mesa auxiliar, dispus tipos diferentes de azeites para quando a pizza chegasse.

A sobremesa, claro, foi o bolinho do aniversário!

O resultado mostro aqui nas fotos.



































E aqui, a sobremesa: o bolinho do meu aniversário!






























Beijos!
Paula

Read more...

Meu aniversário!

>> terça-feira, 17 de novembro de 2015


Hoje é meu aniversário! Sabe o que eu mais amei nestes 42 anos? Sem dúvida alguma foi o privilégio de poder presenciar o operar de Deus na vida de parentes, amigos, conhecidos e até estranhos. Agradeço a Deus por viver e poder assistir Seus milagres junto às pessoas ao meu redor.  “Porque o Senhor ama o juízo e não desampara o seus santos.” (Salmos 37, vs. 28) Nestes meus tantos anos, “Uma coisa pedi ao Senhor, e a buscarei: que possa morar na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do Senhor, e aprender no seu templo.” (Salmos 27, VS. 4) 

"Louvai ao Senhor, loivai-o todos os seus anjos, louvai-o o sol e a lua; louvai-o todas as estrelas luzentes; louvai-o, céus dos céus (...)" (Salmos 148, vs. 2, 3 e 4)
"Tudo quanto tem fôlego louve ao Senhor" (Salmos 150, vs. 6)



Read more...

Peixe à brasileira

>> domingo, 15 de novembro de 2015



Ingredientes
5 postas do peixe pintado
1 colher de sopa de casca de limão (usei o tahiti)
1 dente de alho amassado
1 cebola branca grande, cortada em rodelas
3 tomates italianos sem casca e sem semente, cortados em rodelas
1 pimentão vermelho, cortado em rodelas
1/2 xícara de azeite extra virgem

200 ml de leite de coco caseiro (receita aqui)
1/4 xícara de azeite de dendê
sal a gosto
pimenta do reino a gosto
salsinha picada a gosto


Modo de preparo
30 minutos antes de iniciar o preparo, tempere as postas do pintado polvilhando sobre eles sal, pimenta do reino e cascas de limão. Reserve.

Em uma panela tipo caçarola, despeje o azeite extra virgem e o alho. Monte camadas intercaladas iniciando com a cebola, depois tomate, pimentão e as postas dos peixes. Tampe a panela e deixe cozinhar em fogo baixo por 15 minutos. Não mexa!

Em um refratário, misture o leite de coco com o azeite de dendê. Despeje sobre o peixe. Experimente o molho e, se preciso, corrija o sal e a pimenta-do-reino. Deixe cozinhar por mais 10 minutos, sem mexer. Está pronto!

Finalize com a salsinha picada.




~.~
*Receita inspirada do SENAC São Paulo

Read more...

Limonada rosa - homenagem à querida Nane do Vovó que ensinou

>> sexta-feira, 13 de novembro de 2015



Quando iniciei o blog, não fazia ideia de que também participaria de uma comunidade muito especial. Foi um bônus: o blog absolutamente virtual, trouxe um monte de amigas reais. O dia-a-dia de uma blogueira de culinária é temperado com essas amizades que apoiam, incentivam e ensinam. Sentimos muito a falta umas das outras.


Por isso, foi com tristeza que recebemos a notícia da perda de uma de nossas amigas, a Nane Cabral, do simpático Vovó que ensinou.

A Nane postava receitas muito criativas utilizando frutas (saladas, sucos, doces...). Em sua homenagem, dedico esta receita de limonada rosa, que já apareceu aqui no blog antes.

Que Deus console os corações dos familiares e amigos da Nane, e que ela descanse em paz.










Limonada rosa

adaptada do livro Confeitaria Chic de Peggy Porschen

100 ml de suco de limão siciliano (usei o Taiti)
100 ml de mel
500 ml de água
60 ml de suco de cramberry ou framboesa (usei framboesa)
cubos de gelo
rodelas de limão para decorar

Colocar o suco de limão e a água em uma panela.
Amornar este líquido em fogo baixo, sem deixar ferver. Isso não leva mais que 1 minuto.
Tirar do fogo. Levar à geladeira para esfriar.
Estando frio, preparar o suco da framboesa. Amasse aproximadamente 10 framboesas em uma peneira, para separar as sementes da polpa.
Adicione 60ml  de água à polpa. Reserve.
Retire a limonada da geladeira, coe e adicione o suco de framboesa nela.

Está pronta a limonada rosa! Adoce com o mel.

Sirva com bastante gelo e decore com rodelas de limão.

~.~

Read more...

Peito de frango assado ao molho de laranja com canela

>> domingo, 1 de novembro de 2015

Desenvolvi esta receita em setembro passado, durante minhas férias na roça - local que me estimulou muito a explorar ingredientes o mais natural possível.


Além disso, há alguns meses comecei a ler sobre ‘alimentação de verdade’ que, diga-se de passagem, não tem nada a ver com alimentos “light”, “diet” etc. Aliás, é um assunto para muitas horas de papo. Espero, cada vez mais, desenvolver muitas postagens aqui sobre o tema. Adianto que há rica literatura de autores como: Michael Pollan, Nina Planck, Pat Feldman e Sonia Hirsch.

A propósito, foi Sonia Hirsch quem me inspirou a desenvolver esta receita. Em um de seus livros ela sugere o preparo de frango assado ao molho de laranja e canela. Então, durante minhas férias na roça desenvolvi a receita.

O prato é simplesmente saboroso e perfumado! Prepare-se ao abrir o forno, pois um aroma adocicado irá invadir sua cozinha e casa.



Ingredientes
2 peitos de frango desossados
1 cebola roxa
Sumo de 5 laranjas pêra
5 paus de canela
10 cravos
1 colher de chá de canela

Para marinar:

½ xícara de shoyu (usei o shoyu macrobiótico da marca Daimaru - não contém aromatizantes, corantes nem glutamato e monossódico, sem adição de açúcar e não contém glúten.
1 xícara de vinho branco
1 xícara de água filtrada
Sal e pimenta do reino a gosto


Modo de preparo
Marinar
Na noite anterior ao preparo, faça a marinada dos peitos de frango. Coloque-os em uma vasilha, tempere-os com sal e pimenta do reino a gosto. Despeje sobre eles o shoyu, vinho branco e a água. Esta marinada deve cobrir os peitos de frango. Tampe a vasilha. Leve à geladeira. Deixe descansar de um dia para o outro.


Assar
No dia seguinte à marinada,  calcule 1 hora antes de servir para assar os peitos de frango. 
Faça assim:
Pré-aqueça o forno a 200ºC.
Utilizando uma peneira , escorra os peitos de frango desprezando o líquido da marinada. Reserve.
Separe a assadeira onde o frango será assado. Um tamanho de assadeira 20cmx20cm é suficiente.
Corte a cebola roxa em rodelas. Disponha as rodelas juntas na assadeira, que servirão de ‘colchão’ para os peitos de frango.
Arrume os peitos de frango em cima das rodelas de cebola.
Despeje o sumo das 5 laranjas sobre os peitos de frango.
Distribua os paus da canela e os cravos pelo sumo das laranjas.
Polvilhe a canela em pó pelo sumo da laranja.
Cubra a assadeira com papel alumínio.

Leve ao forno. Passados 20 minutos, vire os peitos de frango e leve ao forno novamente, deixando-os assar por mais 20 a 30 minutos sem o papel alumínio.
Leva-se de 40 a 50 minutos para assar em forno médio.

Transfira os frangos para uma travessa, despejando um pouco do molho sobre eles. Coloquei as rodelas de cebola por cima. 

Dica para servir: Leve também à mesa uma molheira com o restante do sumo da laranja, cravo e paus de canela. Quem quiser mais molho, tem a opção de servir-se da molheira.

Sirva quente.

*.*.*

Beijos, bom feriado e boa semana!
Paula

Read more...

Abacaxi com raspas de limão

>> segunda-feira, 12 de outubro de 2015

É época de abacaxi! Aqui no bairro, caminhões estacionam em ruas mais tranquilas e expõem caixas e mais caixas de abacaxi. Compramos alguns nesta semana e deixamos na geladeira. Neste final de semana estavam no ponto! Consumimos em forma de sucos e sobremesa. Aí está uma sugestão bem refrescante para aproveitar essa fruta tão gostosa: uma rodela de abacaxi bem gelada, com raspas de limão (usei o Tahiti).

Bom apetite!


Read more...

Férias!

>> sábado, 5 de setembro de 2015

Chegaram aqueles dias tão esperados... Férias!
Lá vamos nós: "pé na estrada" para conhecer um pouquinho do nosso Brasil.
Nos "vemos" em breve!

Beijos
Paula

Read more...

Bombom Prestígio caseiro

>> segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Esse bombom é natureba mesmo! Para comer sem medo de ser feliz, pois os ingredientes são o mais natural possível. Ralei o coco em casa e foi muito fácil: depois de tirar a água, quebrei-o ao meio, destaquei a polpa, descasquei a polpa desprezando a parte escura, joguei os pedaços no liquidificador e bati. Rapidamente obtive o coco ralado. A partir daí, comecei a preparar o recheio para os bombons.


Usei ingredientes de boa qualidade: óleo de coco extra virgem e chocolate orgânico meio amargo da marca Amma. Minha preferência é chocolate meio amargo, com 75% de cacau. Se você gosta mais doce, opte por menos porcentagem de cacau.

É fundamental o uso do óleo de coco (em vez de outros), porque ele se solidifica e facilita para dar forma às bolinhas da pasta de coco.



Ingredientes

2 xícaras de chá de coco ralado
4 colheres de sopa de mel
5 colheres de sopa de óleo de coco extra virgem
120 gr de pedaços chocolate escuro orgânico para a fusão (ou seja, pedaços de chocolate)


Modo de preparo
1. Transfira o coco ralado para uma tigela, adicione o mel e óleo de coco e baunilha. Mexa até formar uma pasta grossa.


2. Molde esta pasta formando bolas. Fiz bolinhas do tamanho padrão de um “beijinho de coco”. Rendeu 20 bolinhas. Enquanto você molda, sua mão fica oleosa, então é fácil dar forma de bolinha à pasta.


3. Coloque as bolinhas de coco na geladeira por cerca de 1 hora. Só retire-as quando for mergulhar no chocolate já derretido.

4. Derreta o chocolate em banho maria lenta e suavemente, sem deixar a água ferver.

5. Forre uma assadeira ou tabuleiro com papel manteiga. Usando dois garfos, enrole cada bola de coco no chocolate até que esteja completamente coberto. Feito isso, retire o bombom para fora do chocolate e deixe escorrer um pouco. Delicadamente, coloque o bombom sobre o papel manteiga até que tenha endurecido.

6. Quando todos os bombons estiverem prontos, leve à geladeira por uns 5 minutinhos.

É muito importante o uso de óleo de coco porque outros óleos não vão endurecer como o óleo de coco, e é o endurecimento o que mantém a forma da pasta do coco.

Fonte: para fazer essa delícia, me inspirei nesta receita aqui.





Read more...

A espetacular arquitetura japonesa no Casarão do Chá em Mogi das Cruzes (SP)

>> sábado, 1 de agosto de 2015

Para quem aprecia a cultura e arquitetura japonesa, e as artes em geral, recomendo a visita ao espetacular Casarão do Chá, na Cidade de Mogi das Cruzes, Estado de São Paulo.



























A história septuagenária do Casarão 

O Casarão do Chá de Mogi das Cruzes foi originalmente uma fábrica de chá, projetada e construída em 1942 pelo arquiteto e carpinteiro japonês Kazuo Hanaoka. Por quase três décadas, este edifício abrigou uma linha de produção de chá preto para exportação, empregando imigrantes japoneses. Com as dificuldades do mercado de exportação de chá no Brasil, a fábrica encerrou suas atividades e se tornou um depósito, e com o passar dos anos se desgastou naturalmente.

O dono da propriedade foi Fukashi Furihata, um engenheiro agrônomo que veio ao Brasil em 1922 através da empresa japonesa Sociedade Katakura. 

O construtor do Casarão do Chá é Kazuo Hanaoka que chegou ao Brasil em 1929, aos 30 anos. No Japão, ele era carpinteiro e aprendido as tradicionais técnicas de construção japonesas. 

Nas turbulências da Segunda Guerra Mundial, ampliou-se o mercado internacional do chá produzido no Brasil. Era preciso aumentar a produção e, para isso, expandir as instalações da Fazenda Katakura, então chamada de Chá Tókio. 

Por isso, durante o ano de 1942, Kazuo Hanaoka constrói a edificação que hoje conhecemos como Casarão do Chá.

Em 1968 a atividade foi oficialmente abandonada e o Casarão do Chá passa a servir como depósito de produtos agrícolas, veículos e equipamentos da propriedade - utilização inadequada que provocou a rápida deterioração do edifício.

No início da década de 80, a Prefeitura de Mogi das Cruzes entra com um pedido junto ao Conselho Estadual de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat), para o tombamento do imóvel. O pedido foi atendido em 1982.

Em 1996 é fundada a Associação Casarão do Chá e em 2005 o Ministério da Cultura aprova a 1ª etapa de sua restauração, que conta com a dedicação do renomado ceramista Akinori Nakatani, e com a habilidade do mestre marcineiro Tetsuya Nakao, enviado do Japão especialmente para esta finalidade.

Em 1º de junho de 2014, depois de mais de dez anos de um rigoroso processo de restauro, o Casarão do Chá abre as portas para o público.

A obra arquitetônica do Casarão do Chá

A estrutura do Casarão do Chá não utiliza pregos nem parafusos! São vigas de madeira in natura encaixadas umas nas outras.

O Casarão do Chá é um espetáculo da Arquitetura porque toda a sua estrutura é feita de encaixes de madeira. Não utiliza pregos nem parafusos! Esta técnica tradicional no Japão foi desenvolvida por causa dos constantes terremotos. 

Todas as vigas do Casarão do Chá, seja da estrutura ou telhado, são de madeira in natura e se encaixam em formas de kandi (ideogramas). 

Visualmente, o formato da cobertura do Casarão do Chá nos remete imediatamente ao Japão, através da tradicional irimoya (telhado côncavo, voltado para dentro).

Toda a madeira da obra é de eucalipto tratado, inclusive as utilizadas nas estruturas das paredes em pau-a-pique. O madeiramento aparente deixa visível o formato original dos caules com partes das suas ramificações.

O espaço dentro do Casarão do Chá é amplo. Sua planta é livre, com poucas divisões internas.






As expressões de arte incentivadas pelo Casarão do Chá

O Casarão do Chá de Mogi das Cruzes se tornou um centro cultural promovido pela Associação Casarão do Chá. Hoje, o Casarão do Chá é utilizado não só para visitação, mas também para cursos, workshops, exposições de arte, feiras, apresentações, performances e tudo o que for ligado à cultura.

Os visitantes poderão conferir apresentações de música tradicional japonesa, exposições fotográficas, feira de artesanato, exposição de aquarelas e ilustrações, caricaturas e workshops, como origami.

Em sua área externa há também uma feira com barraquinhas de antiguidades, artesanato, produtos orgânicos e cerâmica.

Ao redor do Casarão do Chá, diversas barracas de alimentação estarão montadas para que o público escolha os pratos típicos de diferentes países. A refeição é preparada na hora.

O Festival de Cerâmica

No próximo domingo, dia 2 de agosto de 2015, o Casarão do Chá recebe a 2ª edição do Festival de Cerâmica. Durante a programação, os visitantes vão poder conferir as demonstrações dos artistas e participar de oficinas. A mostra reúne 70 artistas e a intenção é promover um encontro cultural. Artistas renomados e jovens artistas com design diferenciado irão estimular, entre si, a troca de experiências.




Endereço e mapa de como chegar
ESTRADA DO CHÁ, cx 05
acesso pela Estrada do Nagao (Fujitaro Nagao), km 3
Cocuera, Mogi das Cruzes – SP


Visitação pública ao Casarão do Chá e Feira de Cultura e Lazer


ATENÇÃO: a visitação do público é somente aos DOMINGOS

Horário: 9 às 17 hs

Entrada: Gratuita

Durante a semana é possível agendar visitas monitoradas.
Contato para agendamento: (11) 4792 2164


Local:
Mogi das Cruzes – SP

ESTRADA DO CHÁ, cx 05
acesso pela Estrada do Nagao (Fujitaro Nagao), km 3
Cocuera, Mogi das Cruzes – SP

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 4792-2164.

“Mogi” como é chamada pelos paulistanos, fica a 40 minutos da capital de São Paulo e tem um excelente acesso pela Rodovia Airton Senna.


Read more...

Uva passa com iogurte natural integral, mel e nibs de cacau

>> segunda-feira, 20 de julho de 2015

Mais uma sobremesa sem açúcar, sem farinha mas com muito afeto e bem docinha! Quem dá o "toque" especial é o nibs de cacau, que é a semente do cacau fermentada, seca e torrada. É crocante, como as oleaginosas e seu sabor é levemente amargo. Uso da marca Amma, que acho sensancional! Estou tão apaixonada por este ingrediente que aplico em tudo o que posso. Hoje a dica é polvilhar sobre esta deliciosa sobremesa "preto e branco".







Ingrediente para 2 copos de whisky

1 xícara de uva passa
1 xícara de iogurte natural integral
2 colheres de sopa de mel
1 colher de sopa de nibs de cacau

Modo de preparo

Distribua os ingredientes nos copos de whisky, dividindo em porções iguais. Para cada copo: coloque 1/2 xícara de uva passa como base, depois despeje 1/2 xícara de iogurte natural integral e1 colher de sopa de mel sobre o iogurte. Polvilhe 1/2 colher de sopa de nibs de cacau. Está pronta!

Na hora de saborear, misture tudo!


nibs de cacau







Read more...

Crème brûlée

>> segunda-feira, 13 de julho de 2015

Quer fazer bonito na hora da sobremesa? Aí está uma que impressiona: o creme brûlée! Um creme de baunilha aveludado, doce, com uma casquinha crocante de açúcar caramelizado, feito na hora de servir. Um charme e sobremesa deliciosa!


Do Wikipedia:
“Crème brûlée (francês para "creme queimado") (..) uma sobremesa feita com creme de leite, ovos, açúcar e baunilha, com uma crosta de açúcar queimado por um maçarico, (...)."

O segredinho para um Crème brûlée bem sucedido, é utilizar ingredientes na temperatura ambiente e assar em forno baixíssimo, sem pressa. 

Também acho ideal fazer esta sobremesa com 1 dia de antecedência, assim, a consistência e temperatura fica perfeita.


Ingredientes
1 unidade de baunilha em fava
400 ml de leite
500 ml de creme de leite
9 gemas peneiradas
200 gramas de açúcar cristal orgânico
Q.B. açúcar cristal orgânico para caramelizar

Material “especial”
Ramekins ou tigelinhas pequenas e refratárias, que possam ir ao forno para assar em banho-maria.
Maçarico (não recomendo o culinário. A pressão da chama é fraquíssima e demora muito para caramelizar). O meu é este da foto, um maçarico para trabalhos leves de manutenção em geral que também é bom para flambar alimentos de forma prática e rápida. Comprei em uma casa de produtos alimentícios japoneses. Para quem mora em SP, é fácil encontrar no Bairro da Liberdade.




Modo de preparo
Pré aqueça o forno a 165 graus.
Esquente 1 litro d’água para o banho maria.
Em uma panela coloque o creme de leite e o leite.
Abra a fava de baunilha e coloque as sementes e a fava na panela junto com leite e o creme. Leve ao fogo médio, mexendo lentamente, até começar a levantar fervura. Desligue o fogo. Reserve.
Em uma tigela de vidro, bata ligeiramente as gemas com o açúcar.
Adicione aos poucos as gemas, mexendo sempre - de preferência com um fouet. Essa etapa é muito importante! Você deve acrescentar as gemas bem lentamente e mexer constantemente para as gemas não cozinharem.
Peneire essa mistura. Distribua-a entre os ramekins que for levar ao forno.
Coloque os ramekins em uma assadeira, despeje a água quente na assadeira - o suficiente para preenchê-la até a metade.
Leve a assadeira ao forno - já pré aquecido – para que o creme asse em banho-maria. Deixe por aproximadamente 20 a 25 minutos. O ponto correto é quando o centro estiver quase como uma gelatina.
Retire do forno e deixe esfriar completamente. Leve à geladeira somente após estarem em temperatura ambiente. Deixe na geladeira por pelo menos 4 horas. 

Instantes antes de servir, salpique sobre o creme de cada ramekin açúcar orgânico o suficiente para cobrir a superfície do creme. Com o maçarico, caramelize.

Gosto de caramelizar em frente ao convidado: na mesa da refeição, levo o ramekin já sobre uma tábua de madeira e, ao lado do convidado, ligo o maçarico e faço a caramelização. É uma performance! rs rs rs 



Peço para o convidado esperar um pouco para esfriar, cerca de 1 minuto.

Depois é só se deleitar! 






Beijos e boa semana!

Paula

Read more...

Tomate confit

>> segunda-feira, 29 de junho de 2015



Facinho de preparar e muito saboroso. Foi o acompanhamento do prato principal no nosso jantar do Dia dos Namorados 2015 (estou devendo a postagem da arrumação da mesa). Tomate confit é versátildemais: pode ser colocado em cima de pães e torradas em substituição à manteiga, pode ser recheio recheio de carnes, tortas, massas e pães; ou servir como acompanhamento puro (como eu fiz).



Ingredientes

6 tomates italianos

2 colheres (sopa) de azeite extra-virgem para untar a assadeira
2 colheres  (sopa) de sal marinho
1 colher (chá) de pimenta do reino moída na hora
1 xícara (chá) de azeite extra-virgem de boa qualidade para regar sobre os tomates
1/2 ramo de tomilho
2 talos de manjericão


Modo de Preparo

Pré aqueça o forno a 180º.
Lave bem os tomates, retire a pele, corte-os em 4 no sentido vertical (formando pétalas), retire o miolo e as sementes. Reserve.
Unte com azeite uma assadeira de tamanho suficiente para caber as pétalas dos tomates lado a lado.
Arrume as pétalas dos tomates, sem colocar uma sobre a outra.
Polvilhe o sal e a pimenta do reino sobre os tomates, de forma que todos fiquem temperados.
Despeje a xícara de chá do azeite sobre todos os tomates.
Corte pedaços dos ramos de tomilho e disponha sobre cada um dos tomates.
Corte folhas de manjericão e disponha sobre cada um dos tomates.
Cubra a forma com papel alumínio.
Leve ao forno a 180º por 45 minutos.
Retire o papel alumínio e asse por mais 15 minutos.
Desligue o forno e deixe a forma dentro, por mais 30 minutos.

Estão prontos!

Bom apetite!

Read more...

Surpresa de banana com chocolate, amêndoas, avelãs e canela

>> segunda-feira, 22 de junho de 2015

Queria preparar uma sobremesa de camadas como torta ou pavê, porém sem nenhum tipo de farinha nem açúcar refinado. Foi assim que surgiu essa surpresa de banana com chocolate que, graças aos açúcares da banana e ao açúcar do chocolate, ficou um doce!

Utilizei 4 pequenas tigelinhas com cerca de 7cm x 5cm cada. A propósito, a descrição abaixo é para essa proporção.
Se for usar apenas 1 refratário ou assadeira, recomendo que tenha no máximo 20cm x 20cm.


Medidas e ingredientes

1 xícara (chá) de amêndoa crua
1/2 xícara (chá) de manteiga sem sal em temperatura ambiente (ponto de pomada)
3 bananas nanicas maduras
4 colheres (chá) de canela em pó
1 xícara (chá) bem cheia de tablete de chocolate meio amargo picado
1 xícara (chá) de avelã crua picada


Modo de preparo

Pré-aqueça o forno a 200ºC.

Em um pilão ou mixer, triture as amêndoas até ficarem esfareladas em pedaços pequenos.
Misture bem as amêndoas com a manteiga. Distribua-a em 4 porções iguais.
Forre o fundo de cada refratário com essa mistura. Reserve.

Amasse bem as bananas.  Divida em 4 porções iguais.
Despeje cada porção sobre as amêndoas com manteiga.

Sobre cada porção de banana amassada, polvilhe 1 colher de chá da canela em pó.

Divida em 4 porções iguais o chocolate meio amargo e a avelã (já picados). Sobre as bananas amassadas (já com a canela polvilhada), distribua  o chocolate picado e depois a avelã.

Está pronta a montagem!

Leve ao forno a 200ºC por 30 minutos. Desligue o forno. Retire (com cuidado) os refratários. Deixe-os na pia para esfriar por, no mínimo, 15 minutos. Está pronto!

Sirva morno ou em temperatura ambiente.







Read more...

Leite de coco caseiro

>> domingo, 14 de junho de 2015

Aprendi a fazer esta receita no blog da talentosíssima Marina Mott. Apenas 1 coco rendeu tanto, mas tanto que chegou a 1.250ml de leite! Depois de fazer leite de coco em casa, não sei se terei coragem de voltar a comprar industrializado.

Para ver a receita original clique aqui, que te levará lá no blog da Marina.

Aliás, vale a pena passear pelo blog dela. Vocês verão receitas saborosas, imagens muito bonitas e aprenderão bastante! A Marina explica muito bem sobre os ingredientes e o modo de preparo das receitas.

Ela também mostra em vídeo como preparar algumas gostosuras. Aqui está o canal dela no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCax1144-kaFn01C7Vro91GA













Beijos e boa semana!

Paula

Read more...

Como preparar um jantar romântico no Dia dos Namorados

>> segunda-feira, 1 de junho de 2015


O Dia dos Namorados se aproxima! São corações e promoções por todos os lados. Se você planeja celebrar a data com um jantar intimista e aconchegante, aí vão algumas dicas para a preparação.


Lembre-se de que o tempo deve estar a seu favor: quanto maior a antecedência para o início dos preparativos, melhor as possibilidades de economizar seu dinheiro e da ocasião ser bem sucedida. 

Para preparar e decorar uma ocasião romântica, basta seguir 3 passos: planejamento, execução e curtição.

1º Planejando – pense nisso!

* Onde será o jantar? É um local tranquilo? Sua casa?

* Quem participa? Será uma ocasião a 2 ou alguém mais vem?

* Quais e quantos pratos serão servidos? Numa ocasião especial, o básico é: entrada + prato principal + sobremesa + bebida (inclusive água) e, claro, um cafezinho no final. Se quiser incrementar, inicie com um antepasto, depois a entrada, para só então passar ao prato principal.

* Qual será o tema para a decoração da mesa e do ambiente? Clássico? Moderno? Provençal? Rústico?... Existem inúmeros temas para explorar. O Pinterest está cheio de dicas.

2º Executando – fazer a decoração e compras com antecedência

Procure fazer as compras das flores e alimentos com o máximo de antecedência possível.

Preparando os pratos

Se você não sabe cozinhar, tente pelo menos preparar uma sobremesa. Tenha certeza de que algo feito por você vai alegrar muito o seu amor! Quanto aos demais pratos, compre-os prontos (de qualidade, por favor!) em um local de confiança.

Se você sabe cozinhar... Bem... Calcule direitinho o tempo de preparo dos alimentos de forma que, quando a hora chegar, tudo esteja pronto, inclusive você! Evite experiências nestas ocasiões. Prepare algo que você já conhece o sabor e sabe que fará sucesso.

Decorando a mesa e o ambiente

Para a decoração da mesa, costumo escolher 2 cores como base. A partir daí defino os pratos, copos, taças, talheres e guardanapos que utilizarei. Velas e flores são indispensáveis e uma boa trilha sonora também!

Se possível faça a decoração da mesa e do ambiente 1 dia antes do evento ou, no mínimo, muitas horas antes dele iniciar. Por mais simples que pareça, o processo de decoração costuma levar algumas horas porque quando as ideias “saem do pensamento” a criatividade aflora. Novas ideias surgem no momento em que se está decorando. Tempo extra é fundamental para se colocar em prática estas ideias inesperadas!

Quanto ao ambiente, dê toques diferentes. Capriche nas flores, nas velas, busque uma iluminação suave. Mantenha o banheiro livre dos produtos de higiene e beleza que usamos no dia-a-dia, deixe-o bem cheiroso com difusores, disponha sabonete novo na pia (de preferência líquido), toalhas limpas e bem passadas sobre a pia ou gancho. 

Escolha uma trilha sonora que agrade a todos. São detalhes que contribuirão para tornar o momento mais charmoso.


Estando todos os passos acima bem alinhados, sobra... você!

No mínimo 1 hora antes da hora marcada, reserve um tempo só para você. Quando seu amor chegar, nem pense em estar descabelado, de avental e com fumaça na cozinha... rs Eu costumo deixar tudo pronto ou semi-pronto no mínimo 1 hora antes. Assim, sobra tempo para tomar um banho tranquilo, me arrumar, acender as velas, descansar um pouquinho no sofá ...

Afinal, por mais delicioso que os pratos servidos estejam e por mais linda que esteja a mesa e a casa, uma ocasião de sucesso depende exclusivamente de quem recebe. É preciso deixar o convidado à vontade e, ao mesmo tempo, dar-lhe o máximo de atenção sempre! E essa é a ‘força-tarefa’ de um anfitrião: manter seus convidados felizes!

Abaixo estão algumas...

Sugestões de decoração de mesas para um jantar romântico

Flores e velas, sempre que possível!

Para ver mais fotos de cada mesa, clique no título acima das imagens.

























~.~

Se quiser mais dicas ou tiver dúvidas de como preparar sua ocasião especial, pode me escrever no executivadepanela@hotmail.com.

Desejo uma maravilhosa comemoração da data!

Um beijo
Paula

Read more...

Back to TOP