Chá da tarde

>> segunda-feira, 28 de julho de 2014

Este fim de semana cinzento, frio e úmido me fez lembrar de um momento de aconchego que vivenciei semanas atrás, aqui em casa: um chá da tarde com pessoinhas muito especiais: a Gábi, administradora do lindo blog Casar é assim e sua irmã, Carol Rodrigues.

Dizem os místicos que atraímos pessoas iguais a nós. Se isso for uma verdade, fico muito feliz de estar atraindo pessoas como a Gábi e a Carol, pois são fofíssimas e de uma delicadeza cativante.

Nosso encontro foi aqui em casa e rendeu um chá da tarde. O dia estava frio e cinzento, mas a companhia trouxe muito calor e cor.

Nas imagens abaixo mostro um pouquinho do que rolou. A companhia estava tão boa que nem me passou tirar foto da mesa posta com comes e bebes; mas aqui vai um registro "antes" do encontro.
























Faço ambientações de mesas inspirada em dois fatores: o tema da ocasião e os convidados. As cores e louças fazem parte de um processo de criação muito natural e espontâneo. Apesar de sempre planejar cada detalhe, o resultado sempre me surpreende.  Dessa vez, confesso que me encantei com a leveza da decoração desta mesa, que atribuo totalmente à inspiração que minhas convidadas causaram em mim.





















Flores! Flores sempre! E cores também! O conjunto de chá composto por prato de sobremesa, xícara e pires, é um lindíssimo presente de minha sogra, por ocasião dos meus 40 anos. Sou apaixonada por esta fina arte de pintura à mão em porcelana. Quando minha sogra perguntou minha preferência pela cor, optei por cores diferentes. Nesta mesa, dispus os conjuntos na cor azul, bege e verde. Reparem no feliz resultado!























Forrei a mesa com uma toalha branca e sob cada conjunto utilizei jogo americano de um tecido bem fino, branco e engomado. Os guardanapos de pano foram escolhidos de forma que combinassem com as cores de cada conjunto.
Experimentei as taças coloridas para complementar a arrumação da mesa. Decidi mantê-las porque trouxeram ainda mais cor, sem comprometer a leveza. O prato de dois andares acomodou os "brioches". Na parte de baixo coloquei pãezinhos salgados, pequenos sanduíches e salgadinhos. Na parte de cima os bolinhos. No suporte prateado, dispus frutas da estação: uvas, morango e carambola em fatias.























E assim, regada a boa companhia, passei uma tarde muito feliz! É bom saber que tem gente como a Gábi e a Carol, mundo afora. Torna o dia-a-dia mais leve! Beijos meninas e muito obrigada por este momento feliz.

Beijos a todos e excelente semana!

Paula

Read more...

Pizza doce de banana com chocolate

>> quinta-feira, 17 de julho de 2014

Pizzinha boa, sem complicação e, o melhor de tudo, doce! Fiz assim: comprei massa pronta de pizzinha - pode ser aquela que "finge" ter um molhinho de tomate sobre a massa pois este molhinho não afetará no sabor doce. 
Dividi entre 2 discos de pizzinha 1 banana nanica amassada, 1 colher de chá de canela polvilhada e 100 gramas de chocolate ao leite picado. Assei em forno pré-aquecido a 200ºC por 15 minutos. Depois de assada, decorei com morangos picados e uma folhinha de hortelã.  

Et voilà, lambuzei-me!
Beijos e bom fim de semana!
Paula



Read more...

Almôndega

>> sexta-feira, 11 de julho de 2014

Tentei algumas receitas de almôndegas até chegar a esta. Entre erros e acertos, aprendi algumas peculiaridades sobre este simples bolinho de carne. O pão francês é ingrediente fundamental para dar leveza ao bolinho; e a cebola tem de ser bem picadinha, miudinha mesmo, para não sobressair.


Ingredientes

500gr de carne moída (usei patinho). Peça para o açougueiro moer 2 vezes.
1 pão francês amanhecido
1/2 xícara de leite
1 ovo
1 cebola tamanho médio bem picadinha
2 dentes de alho bem amassados
Sal a gosto
Pimenta do reino a gosto
Noz moscada a gosto

Retire a casca do pão francês, jogue a casca fora, parta o pão em pedaços pequenos e deixe de molho no leite por 5 minutos. Esprema bem e reserve o pão. Deite fora o leite.

Em uma vasilha coloque a carne moída, o pão espremido, a cebola, o alho e o ovo inteiro. Misture bem. Tempere com sal, pimenta do reino e noz moscada. Torne a misturar, incorporando todos os ingredientes com os temperos.

Faça bolinhas e leve à geladeira por 1 hora.

Frite em óleo quente.

Pode servir com molho de tomate ou só frita.

~.~

Bom apetite!

Beijos
Paula

Read more...

Poulet cordon bleu à la Maura

>> segunda-feira, 7 de julho de 2014

Este prato deveria entrar naquela lista dos 10 melhores pratos que você tem de experimentar antes de... qualquer coisa. É delicioso! Bem, só poderia mesmo ser porque veio do blog "Trainee de cozinheira". Um nome bastante modesto já que a Maura só faz gostosuras por lá, verdadeiros manjares.

Segui a receita do jeitinho que a Maura ensinou. Apenas substituí a farinha de pão Panko pela farinha de rosca por ter um restinho sobrando aqui em casa. E não usei presunto porque não comemos carne de porco. No mais, fiz tudo igualzinho e este "chicken cordon bleu" ficou saborosíssimo!

O molho sugerido pela Maura é tão gostoso e versátil que ainda usarei com outros tipos de carne.

Maura, parabéns pela receita! Já entrou na lista das minhas favoritas.

Confira esta gostosura neste link aqui, que lhe direciona para o blog da Maura. Passa lá! Você vai gostar!






Read more...

O antes e depois de uma varanda

>> terça-feira, 1 de julho de 2014

Ainda não contei aqui como gosto de decoração. É um dos meus hobbies. As revistas que mais compro são voltadas para decoração. Pensando bem, é o único segmento de revista que compro. Neste ano, a propósito, descobri meu designer de interior favorito: o talentosíssimo Sig Bergamin. Quando conheci os projetos dele, me identifiquei muito. Principalmente pelas cores. O Sig é colorido! Além da questão das cores, ele propaga - com muita sabedoria - que decoração não tem tendência. Uma casa deve, na verdade, contar a história do seu dono e mostrar a personalidade dele. Sempre pensei como o Sig, mas achava que era a única.

Bem, essa é apenas uma breve introdução para um tópico do qual pretendo voltar a falar outras vezes aqui no blog. Por enquanto, gostaria de mostrar o antes e o depois da varanda do meu apartamento.

Quando vim morar aqui, um dos meus xodós era a varanda. Entretanto, por um bom tempo não tive oportunidade de "cuidar" dela porque as prioridades eram outras. Por isso, ela ficava ali "esquecida", servindo de depósito de plantinhas, pufe e outros objetos.

O tempo passou e percebi que não conseguiria decorar esse ambiente sozinha. Fui em busca de ajuda. Encontrei a Silvia, decoradora e proprietária da Contemporânea Casa, no bairro do Brooklin em São Paulo. A Silvia deu o "pontapé" inicial à mudança da varanda e, com o passar dos meses, fui complementado com mais alguns vasos e "bichinhos". E vejam só o antes e o depois da varanda.


A varanda é minúscula e de frente para uma avenida muito barulhenta. Por isso não criei um ambiente de estar nela. Em vez disso, optei por alguns objetos, vasos de plantas e vasinhos com ervas. Quem está na sala pode contemplá-la tranquilamente e também sentir o aroma das ervas. A varanda abriga, também, alguns bichinhos. O primeiro que chegou foi o caramujo. Depois de garimpar muito, encontrei-o na Secret de Famille.
Pouco depois veio o par de formiguinhas. Encontramos elas em Ubatuba, na loja Oyporan. De lá, viajaram com a gente até São Paulo e ficaram pela varanda. São feitas de latinha de alumínio. Veja que fofura e criatividade do artista.
Por fim, veio esta minhoquinha da Califórnia, dentro na nossa bagagem. Deixei-a "morando" no vaso do buchinho para ela sinalizar quando a terra estiver ficando seca. (A minhoquinha muda de cor.) Felizmente isso ainda não aconteceu. Sinal que cuido bem das minhas plantinhas. É verdade! Gosto muito delas.
Depois da repaginada na varanda, posso concluir que plantas também são uma das minhas paixões. O que me inibe de povoar meu apartamento com plantas é seu  tamanho reduzido. É muito pequeno mesmo. Sonho em morar em uma casa, repleta de vasos pelo chão e pendurados. Mesmo em casa de campo, acho a integração com plantas fundamental e as teria em ambientes como sala, varanda, cozinha, área de serviço e biblioteca ou escritório.




























E então, gostaram da repaginada na varanda? Vocês também gostam de plantas?

Beijos
Paula

Read more...

Back to TOP