Porto Alegre - porque esta cidade me encantou

>> sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Minha viagem de fim de ano foi para 3 cidades da região Sul do Brasil, mais especificamente no estado do Rio Grande do Sul: Porto Alegre, Gramado e Cambará do Sul. Não conhecia nenhuma destas cidades. Aliás, não conhecia o Rio Grande do Sul até então e jamais imaginaria que gostaria tanto de lá.

O mais interessante de toda esta história é que inicialmente não planejamos ir para lá. Não foi uma viagem programada. Na verdade, tínhamos passagem comprada e hotel reservado para um outro “canto” do País, bem longinho do Sul, por sinal. A propósito, a viagem programada estava confirmada desde o primeiro semestre do ano. Assim, evitaríamos contratempos com vôo, hotel e alta de preços típicos do final do ano.

Sendo assim, estávamos sossegados em relação às nossas férias de fim de ano. Porém, um mês antes de viajar um imprevisto ocorreu e fomos forçados a cancelar tudo. Imagine! Justo em uma época mundialmente considerada “alta temporada”!

O imprevisto, porém, não nos desanimou! Tínhamos 15 dias de recesso na empresa em que trabalho e iríamos aproveitar este tempo livre, seja cá ou seja lá. Muito rapidamente analisamos lugares que não conhecíamos e decidimos pelo Rio Grande do Sul.

A troca da passagem e as tratativas com os hotéis foram tranquilas, graças a Deus! Também agradeço pelo atendimento concedido pela companhia aérea TAM que mudou o destino da passagem de forma simples e rápida.

Assim, finalizada a re-programação da viagem, lá fomos nós para o Rio Grande de Sul. 

A cidade de Porto Alegre é simplesmente encantadora. É muito histórica entre seus prédios antigos e modernos, mesclados à natureza. A cidade torna-se ainda mais agradável dada a educação, gentileza e polidez do gaúcho. Agora entendo bem o significado daquela música do Kleiton e Kledir, que eu ouvia quando criança: “Deu pra ti, Baixo astral, Vou pra Porto Alegre, Tchau / Quando eu ando assim meio down, Vou pra Porto e...bah! Tri legal”

O que mais levo em consideração quando visito algum lugar, é o tratamento do povo local para com o turista. Isso é o que define se voltarei ou não para um lugar. No caso de Porto Alegre voltarei 1000, 100000, infinitas vezes! O povo gaúcho conquistou meu coração. Eles são gentis, solícitos e polidos.

O povo gaúcho também desfruta bastante de sua cidade! Estão pelos parques, margem do Rio Guaíba, restaurantes, shoppings. Nós também desfrutamos!

Parque Moinhos de Vento

Este parque conta com uma réplica de moinho açoriano ao estilo dos que existiam no bairro nos primórdios da cidade, elemento que constitui uma forte atração turística. Neste moinho funciona a biblioteca infantil ecológica Maria Dinorah. O Parque Moinhos de Vento oferece opções de lazer como jogging, patinação, quadras de futebol, tênis, vôlei e aparelhos de ginástica. Vimos muitas pessoas caminhando, praticando jogging, passeando com seus cachorros ou simplesmente sentadas sob as sombras das árvores, em suas cadeiras de praia, lendo ou bebendo chimarrão. Ah, sim, é “normal” os gaúchos estarem nos parques com sua cuia e bomba bebericando chimarrão. Já compramos a nossa cuia, bomba e mate! Só falta preparar!







Parque Farroupilha (Redenção)

A região do Parque data de 1807 e, teve seu primeiro ajardinamento em 1901 e tornou-se Parque Farroupilha em 1935. Nele existem recantos como Orquidário, Recanto Alpino, Recanto Oriental, Recanto Europeu, Solar, Fonte Luminosa, Espelho d’água e Auditório Araújo Viana. O parque conta ainda com 38 monumentos, com destaque para o Monumento ao Expedicionário. Lá há cerca de 10.000 árvores, de espécies como chal-chal, pitangueira, paineira, tipuana, cocão, palmeira da califórnia, grinalda de noiva, jacarandá, ipê-roxo e cipreste. 

















No Parque Farroupilha vimos um lago com pedalinhos de cisne, muito atraente. Como fomos em um feriado, dia 25 de dezembro, os cisnes estavam “descansando”, portanto, desativados.

Sede do DMAE em Moinhos de Vento

Nosso hotel localizava-se em frente aos prédios da sede administrativa do DMAE, onde funciona a Estação de Tratamento de Água Moinhos de Vento, que abastece vários bairros da cidade de Porto Alegre. O acesso é restrito, mas é possível ao público usufruir da beleza dos jardins. Assim que chegamos, circulamos por lá e observamos a beleza do prédio antigo e o cuidado com o gramado, flores, arbustos e árvores do local.
sede da Estação de Tratamento de Água de Porto Alegre - bairro Moinhos de Vento



















No Hotel Laghetto Viverone








Não costumo dar dicas de hotel mas não poderia deixar de recomendar o Hotel Laghetto Viverone Moinhos, localizado no charmosíssimo bairro Moinhos de Vento. Do hotel foi possível caminhar para muitos estabelecimentos próximos como lojas, restaurantes, parque e shopping. Também caminhamos pelas quadras ao redor do hotel para contemplar a arquitetura das residências que se intercalavam entre prédios modernos e casas estilo neoclássico. Nesses passeios ao redor do hotel, vi lindas casas antigas.
O hotel é novo e o arquiteto teve o bom gosto de manter o antigo casarão para a recepção e restaurante que serve também como sala de café. O casarão foi todo restaurado preservando piso e acabamentos originais, ficando anexo a ele um moderno prédio onde estão localizados os quartos. Tudo de bom gosto, limpo e bem conservado. Os atendentes são gentis, atenciosos e prestativos. Raramente desfrutamos da infra-estrutura dos hotéis quando viajamos mas, desta vez, curtimos bastante a área da piscina localizada na cobertura do hotel, a céu aberto, com uma bela vista. Recomendo o hotel sem pestanejar!













Duas ruas que marcaram essa viagem

Foi um deslumbre caminhar pela rua Gonçalo de Carvalho, do bairro Independência. Esta rua tem mais de cem árvores, enfileiradas por toda a extensão de suas calçadas. Descobri que foram plantadas no final da década de 1930 por trabalhadores de origem alemã empregados em uma antiga cervejaria local.

Em 2005, o projeto de um shopping center trouxe ameaça de mudanças na rua, o que levou os moradores a se mobilizar pela preservação das árvores. O que deu certo. A rua Gonçalo de Carvalho tornou-se "patrimônio histórico, cultural e ambiental da cidade".
Rua Gonçalo de Carvalho
Outra rua tão linda quanto a Gonçalo de Carvalho é a Fernando Gomes, também conhecida como a “Calçada da Fama”. Soube que a rua é chamada assim porque muita gente famosa da cidade frequenta o local, que é repleto de bares e restaurantes para paladares diversos.
Rua Fenando Gomes - "calçada da fama"



















Praça Marechal Deodoro ou Praça da Matriz

Uma parte bastante interessante para conhecer em Porto Alegre é a Praça da Matriz onde estão localizadas construções bonitas e significativas para o Estado do Rio Grande do Sul. Lá estão a Catedral Metropolitana; o Palácio Piratini, o edifício da Assembléia Legislativa, o Palácio do Ministério Público e o Palácio da Justiça. Também estão localizados na praça o Theatro São Pedro e o Monumento a Julio de Castilho.

Destaque de Monumento Julio de Castilho


 Catedral Metropolitana de Porto Alegre






































Destaque do Palácio Piratini - sede do Poder Executivo 
Detalhe do Palácio da Justiça





Solar dos Câmara - prédio histórico e um centro cultural 
As fachadas

Para mim, uma das características mais marcantes de Porto Alegre são suas construções. A arquitetura das casas, prédios e palácios retomam diferentes épocas e estilos. A preservação destas construções me surpreenderam, já que moro em uma cidade (São Paulo) onde prédios frequentemente são demolidos para dar lugar a outros. Tirei foto de algumas fachadas que achei interessantes pela variedade de formas em um mesmo prédio e, ao mesmo tempo, harmonia no conjunto.

















E para finalizar... o famoso pôr do Sol no Guaíba

É famoso e, por isso, fui lá conferir. De fato, não só o pôr do sol mas também a atmosfera descontraída do povo local desfrutando da beleza da beira do lago, tornam o momento agradabilíssimo. Foi lá também, na beira do Lago Guaíba, que conheci o “mumu”. Há muitas barraquinhas na beira do lago vendendo água de coco, sanduíches e churros com “mumu” que é uma marca de doce de leite vendida no sul do Brasil. Claro que não resisti e degustei minha porção.







































































Porto Alegre me marcou de uma forma muito boa e especial. Recomendo a cidade que recebe bem seus visitantes e oferece opções interessantes de lazer e cultura. Além disso, possui um toque muito agradável de natureza com seu belo Lago Guaíba. Espero voltar lá !

Beijos
Paula


Fonte de pesquisa:

11 comentários:

Guloso e Saudável 17 de janeiro de 2014 07:38  

Bom dia Paula,
Que fotos de lugares lindos, verdadeiramente encantadores, apaixonei-me pelo passeio, também não conheço o Rio Grande do Sul, obrigada, amei.
Beijo, bom final de semana,
Vânia

Josy 17 de janeiro de 2014 07:51  

Paulinha minha querida, se existe um lugar que não conheço mas tenho muita vontade desde quando era jovem, esse lugar é o Sul. Adorei as fotos, os monumentos, muito bom ir a um lugar onde se é bem recebida, onde nos sentimos bem. Gostei muito de fazer essa pequena viagem com vc através do computador. Amei as ruas arborizadas, que maravilhosa visão. Obrigada por trazer essas lindas fotos, me dando a certeza que que é mesmo o Sul que ainda sonho e quero conhecer. Beijinhos

Marina 17 de janeiro de 2014 07:55  

Que lugar maravilhoso!!!
Bjs :)

Gabriela Rodrigues 17 de janeiro de 2014 11:46  

Bom dia Paula =)

Olha que legal um post sobre Porto Alegre....sempre vejo sobre Gramado e Canela, mas de Porto Alegre mesmo não!
Quantos jardins bonitos...e essa rua lotada de árvores? Demais!! Mto linda...=)
Tbm gosto de construções e fachadas antigas...!

Adorei o post e as dicas!

beijos,
Gábi

www.casareassim.com

Prata da casa 17 de janeiro de 2014 19:33  

Olá Paula: que locais paradisíacos!! Adorei ver as lindas paisagens e o por-do-sol fabuloso!! As casas fazem lembrar as portuguesas ( será?).
Bjs
Márcia

Sandra Portugal 17 de janeiro de 2014 21:56  

Belíssimo inventário fotográfico!
Passear pelo sul é tudo de bom..e as comidas?
Amei Cambará do Sul, e retornar a Gramado!
Louca para voltar.
bj Sandra
www.projetandopessoas.com.br

Rita 18 de janeiro de 2014 13:20  

Simplesmente divinas a fotos, minha filha acabou de chegar de GRAMADO amou tanto o lugar que não queria vir embora rsrrs..arrasou com a beleza postada aqui parabéns adorei tbém

Bom final de semana!

Abraços de sempre


└──●► *Rita!!

Maria Ferreira N. Vechi 18 de janeiro de 2014 15:19  

Que maravilha de viagem,lugares encantadores.Conheci Porto alegre e Gramado,há um bom tempo.Deixou saudade.
Bjs,ótimo final de semana.

Trainee de Cozinheira 18 de janeiro de 2014 22:31  

Que bom que no final deu tudo certo!! as fotos ficaram lindas!!!
bjs
Maura

Marly 19 de janeiro de 2014 07:47  

Oi, Paulinha.

Post ótimo, cheio de informações e fotos lindas. Ficou parecendo matéria de revista de turismo, rsrs. Esta música do Kleiton e Kledir também sempre me seduziu, amo! rsrs.

Beijo e bom domingo

Nanda Bez 28 de janeiro de 2014 00:45  

Que bonito. Quando fui a Porto Alegre não vi tantas coisas bonitas, só lembro de ter ido ao museu da PUC. Faz muito tempo, lembro poucas coisas, mas pelas fotos vale a pena voltar lá. Meu namorado nasceu lá. Beijos.

Back to TOP