Meus 40 anos - concepção da festa

>> sábado, 23 de novembro de 2013


Domingo passado, dia 17 de novembro, completei 40 anos. Dei festa. Sempre festejei meu aniversário de alguma forma: um passeio, uma viagem, um jantar ou almoço. Mas há muito tempo não dava festa. Neste ano, porém, grande era minha necessidade de dizer pessoalmente para algumas pessoas o quanto elas são importantes para mim e marcaram minha vida de um jeito tão maravilhoso.


Minha crença é de que há um significado na passagem das pessoas pelas nossas vida. Há sempre algum aprendizado. Porém, no meu caso, nem todos fizeram isso de uma forma suave, bonita e digna. Por isso precisava demonstrar minha gratidão àqueles que deixaram sua marca de forma tão virtuosa.

Sim, sou grata à Deus por – em todos os momentos da minha vida – ter enviado bons anjos em forma de pessoas para me amparar. E nos meus 40 anos, quis dizer isso pessoalmente a estes anjos.

A partir deste profundo sentimento de gratidão, iniciei a concepção da festa no início do ano. Foram 11 meses de planejamento, contato com fornecedores e contratação de serviços diversos para a execução de todos os aspectos que envolvem uma festa. Desde o “save the date” até o convite, decoração, música, buffet, fotógrafo, lembrancinhas, recepção e uma surpresa para os convidados. Principalmente na decoração quis personalizar ao máximo, por isso participei ativamente na escolha do convite, decoração, música e lembrancinhas.

O resultado foi pura felicidade. Foi um alegre e bem sucedido encontro de pessoas que se conheciam ou passaram a se conhecer. E eu, ahhh.... que privilégio contar com a presença de 100% dos convidados! Sim, o maior presente concedido a mim foi poder dizer a todos o quanto eles são especiais para mim.

Firmes, fortes e com saúde lá estavam meu esposo, minha mãe, meus irmãos, tias, primos, ex-chefe, coleguinha do primário e amigos de 15, 20 anos de amizade. Pessoas maravilhosamente especiais cuja presença em minha vida estará sempre marcada no meu coração.

O convite de aniversário. Tinha de ser criativo.

Sendo tão especiais, meu primeiro dilema foi: como convidá-las de uma forma especial, marcante, criativa? Após extensa pesquisa no Google e um excepcional trabalho de scrap elaborado pela talentosíssima Pâmela Magri Vock, chegamos neste criativo convite de aniversário.



O contato da artista deste convite scrap é: 
Pâmela Magri Vock
www.scrapbookjoinville.com.br
pammagri@gmail.com


Lembrancinha de aniversário cheirosa

Além do convite, também queria uma lembrancinha especial! Pensei em algo maleável, suavemente colorido e perfumado; ou seja, que deixasse uma marca bem cheirosa da festa. Só mesmo feito à mão. Pesquisando na fantástica loja on line de artesanatos, a Elo 7, ‎ cheguei ao Atelier Da Nessa, que elaborou estes graciosos sachês perfumados. Optei por um tecido acetinado na almofadinha de baixo, um tecido floral na almofada menor de cima, pela essência de lavanda e, claro, uma letrinha "P" dando o toque personalizado à lembrancinha. 


























Os sachês foram embrulhados em saquinhos de celofane, enlaçados com a mesma fita de cetim azul das lembrancinhas. Na tag lembrancinha, optei pelo seguinte texto "Que bom que você veio. Paula 17/11/2013"




A artista dessa fofura é:
Vanessa Sacho
Ateliê Da Nessa
http://www.ateliedanessa.elo7.com.br
ateliedanessa@outlook.com|


À ambas as fornecedoras, Pâmela (convites) e Vanessa (lembrancinhas) o meu muito obrigada pelo cordial atendimento, compreensão das minhas necessidades e preço justo. Também os meus parabéns pelo talento e bom gosto! Ambas me ajudaram muito a chegar no resultado final das encomendas e superaram minhas expectativas!

Nas próximas postagens pretendo contar um pouquinho mais desta festa tão especial.

Beijos e boa semana a todos!
Paula

Read more...

Bacalhau de forno rápido ou bacalhau expresso

>> terça-feira, 12 de novembro de 2013

Para aqueles dias em que a vontade de comer bacalhau não pode esperar o processo de dessalgá-lo de um dia para o outro trocando a água várias vezes.  Esse prato aqui é "vapt-vupt": uma receita rápida e prática para preparar o bacalhau. Quem me ensinou essa forma de dessalgar o bacalhau foi a querida Josy do Cozinhando com Josy (obrigada pelo aprendizado, minha amiga!). E vamos lá...


Ingredientes
500gr de bacalhau desfiado
1 cebola pequena cortada em rodelas
2 xícaras de chá de batatas bolinhas descascadas
2 xícaras de chá de tomate cereja
1 xícara de chá de azeitona preta
1 xícara de chá de azeite
sal e pimenta do reino preta à gosto
1 ovo para decorar

Modo de Preparar
Para dessalgar o bacalhau rapidamente: ferva 1 litro de água em panela funda, desligue o fogo, despeje o bacalhau desfiado na água e deixe-o por, no máximo, 5 minutos. Coe o bacalhau imediatamente. Reserve.

Aproveite a água da panela da dessalga para cozinhar as batatas bolinhas. Em fogo médio, deixe-as cozinhando por 10 minutos. Desligue o fogo, coe as batatas e reserve.

Com um restinho da mesma água, cozinhe o ovo. Leve-o ao fogo baixo e, quando sua casca começar a rachar, desligue o fogo. Coe o ovo e deixe-o esfriar enquanto monta o  prato com o bacalhau.

Em um refratário que possa ir ao forno, despeje 1/2 xícara de azeite. Monte o prato nesta ordem: primeiro o bacalhau. Já no refratário, tempere-o com a pimenta do reino preta e corrija o sal. Depois as rodelas de cebola, a batata bolinha, o tomate cereja e as azeitonas. Regue com o restante do azeite.

Cubra o refratário com papel alumínio, leve ao forno médio (200ºC). Quando completar 20 minutos de forno, retire o papel alumínio e deixe por mais 10 minutos. O tempo total de forno é 30 minutos.

Ao retirar o refratário do forno, use as rodelas do ovo cozido sobre o bacalhau, para decorar. Sirva quente.

~.~

Beijos
Paula

Read more...

Creme de mandioquinha e cenoura com gengibre

>> sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Sugestão para aquecer o fim de semana, já que ainda temos dias mais frescos! Neste creme, a cenoura e a mandioquinha têm sabor muito suave. Por isso o gengibre é o elemento "marcante" que confere "personalidade" ao creme, através de um gostinho levemente picante.




Ingredientes
1 cenoura média
2 mandioquinhas médias (ou batata baroa)
500ml da água do cozimento da cenoura e da mandioquinha
1 cebola pequena picada
1 xícara de chá de leite
1 colher de sopa (cheia) de manteiga
1 colher de chá de gengibre ralado
sal e pimenta do reino à gosto

Modo de preparo
Descasque a cenoura, corte-a em cubinhos, coloque-a em uma panela com aproximadamente 300ml de água. Leve-a ao fogo para cozer. Repita o procedimento com a mandioquinha. Quando estiverem cozidas, desligue o fogo. Escorra-as e reserve. Reserve também a água do cozimento.
Em um caldeirão médio, refogue a cebola picada na manteiga. Quando a cebola estive transparente, despeje a mandioquinha e cenoura cozidas. Em fogo baixo, mexa suavemente. Acrescente 500ml da água do cozimento. Deixe ferver por uns 5 minutos. Desligue o fogo.
Leve este caldo ao liquidificador, bata bem. Quando estiver pastoso, devolva-o ao caldeirão, levando-o ao fogo baixo. Mexendo levemente, adicione o leite, o gengibre e tempere com a pimenta do reino e sal. Continue mexendo por mais 1 ou 2 minutos, está pronto!

~.~

Beijos!
Paula

Read more...

Back to TOP