Boas maneiras no trabalho

>> segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Bom dia pessoal!

O Executiva de Panela é um blog 'bebê' - bem novinho; porém já me proporciona muitas alegrias por compartilhar com vocês, dentre tantas variedades, 'causos' do ambiente corporativo onde passo boa parte do tempo.

Hoje gostaria de dar uma dica àqueles que querem entrar (ou se manter) no mercado de trabalho. Tenho observado uma tendência muito interessante e que me deixa muito feliz: a atenção que as empresas estão tendo em relação à postura de seus funcionários.

Diante de tantas faculdades, cursos e mais cursos, escolas de idiomas e afins; o que realmente indico para todos os profissionais - seja qual for a área de atuação - é um:



Quando penso em boas maneiras, refiro-me a muito mais do que saber qual talher usar em determinado prato ou a quem apresentar primeiro num encontro. Para mim, boas maneiras é não constranger o seu próximo.

Ser cordial, agradável e gentil no trato com todos - chefes, colegas e subordinados - é sim uma vantagem e tanto para o profissional. E gentileza não significa bajular as pessoas. É possível manter uma atitude simpática e também genuína com todos.

Como começar? Preocupe-se com o bem estar do seu próximo! Seja atencioso, mantenha a sua palavra, seja pontual, seja bom ouvinte, fale com uma voz tranquila, clara e calorosa, lembre-se de agradecer as atenções. Enfim, seja simpático e mantenha uma atitude positiva!

Conheci um profissional com um currículo brilhante! Brasileiro formado no exterior, falava fluentemente o idioma inglês, trabalhou em outros países, até trabalhou no Japão! Seu trato com o próximo, porém, era de uma grosseria que ninguém queria ficar por perto. Ele tinha histórico de ter brigado com um aqui  e outro acolá. Poucos meses depois de sua contratação, sua chefia mudou e ele foi demitido.

Chefes bons e justos valorizam e reconhecem a boa postura, pois educação e bom senso são fundamentais para se ter condições de representar a empresa em qualquer ocasião.

Na área de RH há material de sobra com dicas e 'passos' para se sair bem em uma entrevista. Mas... E quanto a mater o emprego? Então, se você quer realmente preservar sua imagem e manter a boa convivência no trabalho, fica aí a dica: boas maneiras e respeito ao próximo.

Beijos e boa semana!

Paula

Read more...

Almoço Xing Ling

>> quarta-feira, 24 de agosto de 2011


Bom dia pessoal!

Sabe aquela vontade de comer um prato diferente ou um prato que gostamos bastante? Então, no fim de semana passado me deu muita vontade de comer comida japonesa - a qual aprecio muito. Sou fã do 'teppanyaki', do 'sushi''sashimi', das receitas com 'bifum''tofu', do saboroso 'missoshiru' (a sopinha) e amo de paixão o pepino japonês agridoce.

Desta vez, porém, a vontade foi de Yakisoba! Já havia procurado receitas deste prato pelos blogs e até guardei algumas - ainda vou prepará-lo;  mas nesse final de semana estava tão frio e chuvoso, que só tive ânimo para ficar embaixo das cobertas. Por isso optei pelo 'delivery'. Aqui perto de casa não há 'delivery' de comida japonesa, então foi 'Xing Ling' mesmo.

Fiquei tão feliz em satisfazer a vontade do Yakisoba que quis preparar a mesa para a ocasião. Para a arrumação me inspirei na linda Festa Oriental da Simone Scharamm, que vocês podem conferir nesta postagem .


Há pouco tempo descobri aqui no bairro uma floricultura simples e linda! Foi um achado porque lá tem uma bela variedade de flores avulsas e também vasos, acessórios, ramalhetes e bouquets. Estes lindos lírios rosa são dela.


O conjunto japonês foi presente de casamento de um querido amigo. O jogo é composto de 'ohashis' (pauzinhos japoneses),  okibashi (descanso para o pauzinhos), tigelinha para o arroz e o jogo americano de bambu. As cores de cada peça são diferentes - vermelho, preto, verde e pink; formando uma alegre composição.


As louças são avulsas, compradas em ocasiões e lojas diferentes. As velas deram um clima mais aconchegante na mesa - utilizei pequenos copos de vidro como suporte para elas.


Forrei a mesa com uma toalha preta. Há algum tempo consegui algumas toalhas coloridas, mas lisas - uma missão quase impossível.  Neste almoço foi a 'estréia' da toalha preta.

Na travessinha ao lado dispus os biscoitinhos da sorte e um pouco de 'shoyu'. Preparei uma sopinha pronta para substituir o 'missoshiru', e ralei os pepinos bem fininho, regando com vinagre branco e um pouco de azeite.


E este foi nosso delicioso almoço Xing Ling!

Gostaram?

Um beijo e bom fim de semana!
Paula

Read more...

Só para mulheres

>> domingo, 21 de agosto de 2011


Bom dia pessoal!

Hoje faço publicidade gratuita para a Editora Rocco, mas não tem problema! Este livro é irresistívelmente tão feminino que vale a indicação!

Só Para Mulheres é uma rica coletânea de textos de Clarice Lispector, produzidos nas décadas de 1950 e 1960 - época em que ela escreveu para colunas femininas do tablóide Comício e jornais como Correio da Manhã e Diário da Noite. O curioso é que ninguém sabia que era Clarice Lispector "por trás" daqueles graciosos e hábeis conselhos, pois ela assinava as colunas utilizando pseudônimos.


O livro foi organizado em forma de um divertido e prático almanaque por Aparecida Maria Nunes, doutora em literatura brasileira pela USP. De linguagem leve e envolvente, contém cerca de 290 textos sobre variados assuntos do cotidiano de toda mulher. Há desde simples e exóticas receitas de culinária, receitas de medicina caseira, poções embelezadores, segredos para a vaidade feminina, dicas de postura e comportamento, até dicas para a educação dos filhos.

Só Para Mulheres é uma viagem ao tempo em que o dito "sexo frágil" tinha como única função ser a "rainha do lar". Escrito para a mulher brasileira dos anos dourados, a escritora nos mostra que há conteúdos que não envelhecem e, apesar das conquistas da mulher, a essência feminina permanece a mema em qualquer época.

Só para mulheres, hein?

Beijos e boa semana!

Paula

Read more...

Pizza em casa

>> quarta-feira, 17 de agosto de 2011

O final de semana está chegando e aquela vontade de comer pizza também! Não conheço nenhum outro programa que seja tão paulistano quanto comer pizza em casa (ou fora) com os amigos.  Redonda, grande, de variados sabores, doce ou salgada, a pizza é consumida pelos paulistanos com paixão e alegria! Aqui a pizza de muçarela (sim, se escreve com "ç") é a mais popular.

Houve uma ocasião em que recebemos um casal de amigos lá em casa pela primeira vez. Estava muito feliz com a visita deles mas, mesmo assim, lembro-me de estar exausta para "pilotar" o fogão. Combinamos então com eles a 'noite da pizza' (delivery, claro)!

Queria demonstrar o quanto eles eram bem vindos, por isso decidi fazer uma preparação especial na mesa; e aí vai o resultado.

Embrulhei o garfo e faca em um guardanapo pequeno (de papel mesmo), e dei um lacinho com fita cetim.


Sou do tipo comilona e sofro com o intervaldo entre pedido e a entrega da pizza. Em SP geralmente leva 30 minutos - é muito para minha gulodice! Por isso, preparei estes belisquetes para "enganar" a todos, até a chegada da pizza.



Os palitinhos foram feitos com tomate uva, queijo tipo Brie e alcaparras. Experimentem!


Para regar a pizza, dispus variados tipos de azeite com origem e acidez diferenciadas.


E a noite da pizza foi um sucesso! Todos felizes e satisfeitos!


Desejo um bom final de semana a todos!

Beijos
Paula

Read more...

Liderando com o Gladiador

>> segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Unindo o útil ao agradável, hoje recomendo o filme Gladiador, dirigido por Ridley Scott, tendo como protagonista o ator Russell Crowe. Além da riqueza artística, considero este filme um excelente material para análise da Liderança - tema polêmico para os Administradores e Executivos.



A polêmica sobre Liderança se dá porque a mesma estratégia bem-sucedida para se conduzir uma determinada situação, pode ser um verdadeiro desastre para outra. Liderar não é mandar, e liderar não é simples.

Lembro-me de um colega de faculdade que trabalhava em uma famosa rede de lojas tipo magazine, com filiais em todo o Brasil. Como gerente geral da região Sul, ele aumentou tanto as vendas que foi transferido para São Paulo, na tentativa de obter o mesmo resultado. Ele relatou que, mesmo tendo aplicado as mesmas estratégias das lojas do Sul, estas não surtiram o menor efeito com a equipe de São Paulo. Ele teve de arregaçar as mangas e mudar sua tática.

Como vocês vêem, não há receita para uma boa Liderança. Cada situação requer estratégia própria. Porém, há aspectos comportamentais que - na minha opinião - são essenciais para todo bom líder. Primeiramente, o líder deve compreender muito bem o objetivo a ser atingido, pois cabe a ele transmiti-lo à sua equipe e, sobretudo, definir a estratégia mais adequada para se chegar à almejada conquista.

No filme Gladiador, o protagonista do filme General Maximus Decimus Meridius atinge seu objetivo principal, que é encontrar-se com o novo Imperador. Sua conduta, abaixo relacionada, é essencial para essa vitória.
  • Comprometimento com o objetivoO líder não deve perder sua meta de foco.  O Gladiador acreditava fortemente na possibilidade de rever o Imperador. Para chegar até ele, tratou todo o percurso com muita seriedade. Não perdeu o foco.
  • Espírito de união. O líder deve unir sua equipe e mantê-la assim. O sucesso não é solitário. Um grupo de pessoas que geralmente estão nos bastidores colaboram de forma direta ou indireta para grandes realizações.
  • Antecipar problemas. O líder deve ter serenidade para enxergar todos os apectos que envolvem uma situação. No filme, antes de iniciar uma das batalhas mais sangrentas da arena, o Gladiador habilmente dita a estratégia de combate para o Grupo. Durante toda a luta ele continua fazendo o mesmo: dizendo o que o grupo deve fazer para evitar a derrota. Toda estratégia ou tática adotada tem seus prós e contras. Para evitar colapsos, porém, deve-se sempre avaliar a situação de forma sistêmica, ou seja, olhar para ela em 360º.
Somando-se a isso o líder deve agir com justiça, sabedoria e prudência. Ter humildade para ouvir os que estão ao redor - sempre há que se aprender com o próximo. Ter resistência em relação ao que for contrário à bondade.

Percalços haverão durante todo o percurso mas, se o líder estiver determinado a seguir o que é BOM, as chances de vitória serão muitas.

Bom filme e boa reflexão!

Paula

Read more...

Sobrevoando São Paulo

>> quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Nem só de 'pressão' é feita a vida de executiva. Há também um lado 'glamour' muito divertido! Compartilho com vocês uma destas adoráveis (e raras) situações proporcionadas pela vida corporativa: um vôo panorâmico de helicóptero pela cidade de São Paulo. Esta experiência teve um significado muito especial para mim porque, desde pequena, aprecio helicópteros. Sou daquelas que quando vê um deles sobrevoando os céus, paro para dar uma espiada. Não sei nada sobre o funcionamento destas aeronaves, tampouco os tipos e fabricantes, mas admiro demais esta fantástica engenhoca humana. Bem, finalmente surgiu a oportunidade de entrar e passear em uma delas E lá vou eu, curiosa e muito feliz!

O passeio foi muito agradável e cheio de emoções. Aliás, para quem tem medo de avião e vai se aventurar em um helicóptero, prepare-se... Helicóptero é muito, mas muito mais emocionate. Mesmo estando o dia ensolarado, o clima ameno e sem vento, ainda assim senti vários ‘frios na barriga’; porque o corpo acompanha cada manobra que a aeronave faz... Todos os 'sobe' e 'desce'. Uhuuuu!

O comandante da aeronave - e também proprietário dela - foi muito simpático durante todo o trajeto. Conversou e brincou com os tripulantes tornando o passeio bem descontraído. Ele é fã de futebol e nos levou aos estádios mais famosos de São Paulo, como vocês podem conferir abaixo - exceção para o Pacaembu.

Partimos do aeroporto Campo de Marte, no bairro de Santana. Uma espécie de aeroporto para aeronaves de pequeno porte como jatos e helicópteros. Antes de chegar ao heliponto, passamos pelo 'estacionamento' dos helicópteros e, logo após, pelo hangar dos jatinhos.


E lá estava a aeronave nos aguardando: um Jet Ranger II da Bell

Inicia-se o passeio pela Zona Oeste de São Paulo, Parque Vila Lobos.

Marginal Pinheiros e ao lado direito a raia olímpica da USP, onde o pessoal pratica canoagem, remo e afins

Shopping Eldorado, bem ali ao lado esquerdo do prédio maior

Ahááá... Tenho certeza que muitos paulistas não sabem como é a famosa Usina da Traição.
Aí está.

Ponte Estaiada. Na minha opinião, uma 'obra prima' da Engenharia Civil. Os prédios com detalhes vermelhos são sede da Rede Globo de TV em SP.

Chegando ao estádio do Morumbi

Sobre o estádio do Morumbi

Estádio do Palmeiras

Estádio da Portuguesa

Lateral do estádio da Portuguesa

Estádio do Corinthians

Vista de dentro da aeronave

Uma clássica imagem de São Paulo

De volta ao Campo de Marte, aterrisagem.
 

E aí, gostaram? Bem, fim do passeio e do 'glamour' também. 
De volta à realidade:  uma hora para chegar ao trabalho,  e uma hora para voltar para casa -  no asfalto da Marginal Pinheiros. Vida de executiva... rs

Read more...

Festa junina em agosto

>> domingo, 7 de agosto de 2011



Gosto muito, muito mesmo de receber amigos e familiares em casa. Infelizmente a oportunidade de receber não ocorre com a freqüencia que eu queria - principalmente devido ao tempo. Entretanto, quando a oportunidade aparece, é sempre uma alegria! Planos são elaborados, comprinhas feitas, receitas pesquisadas em livros e blogs, a casa é preparada, a louça averiguada. É hora de festejar!

Para receber um casal de amigos que não via há tempos e estava com muita saudades, organizei a 'Festa Caipira'. O clima de festa junina e julina está indo embora mas, prorroguei mais um pouquinho nesta festa 'augustina'. E aí vão algumas fotinhas do resultado.

Montando a mesa

Mesa posta



Esse petisquinho é o cuscuz paulista. A receita está no final desta postagem.

Guloseimas na mesa lateral da sala

Em outra mesinha de apoio, há a água e suco. Junto à àgua há um copo com pedaços grandes de canela. Eles  servem para aromatizá-la: basta colocar um pauzinho da canela no copo cheio para o aroma ficar especial. Note porém que a canela tem de ficar acima do nivel da água, ok?


Um enfeitinho que fiz no apartamento.



Cuscuz Paulista

Tempo de preparo: 40 min
Quantidade: 10 porções

1/2 xícara de azeite
1  dente de alho fatiado
1  folha de louro
1/2 cebola grande picada
2  tomates sem pele e sem semente, picados
1/2 xícara de salsinha picada
1/2 xícara de azeitona picada (sem caroço é mais prático para picar)
3  palmitos picados
1/2 lata de sardinha em óleo
1 ovo cozido
2  1/2 xícaras de água morna
1  pacote de fubá
sal e pimenta a gosto

Obs.: utilize uma panela grande.

Em fogo médio, doure no azeite o alho fatiado e a folha de louro. Acrescente toda a cebola e deixe refogar. Adicione então o tomate picado e tempere com sal e pimenta a gosto - nesta etapa mexa sempre para não grudar. Depois que o tomate desmanchar, adicione a salsinha, a azeitona picada, o palmito, a sardinha e o ovo. Acrescente a água morna e espere ferver. Corrija o sal e a pimenta. A partir daí, adicione o fubá aos poucos, mexendo vigorosamente e sem parar. Quando a mistura desprender do fundo da panela, pare de colocar o fubá e desligue o fogo. Despeja a mistura ainda quente em forminhas ou em uma forma e reserve. Deixe descansar por pelo menos 2 horas para desinformar. Sirva frio. O ideal é fazer um dia antes.

~.~

Espero que tenham gostado!

Um beijo e tenham uma linda semana!
Paula


Read more...

Um sonho realizado: meu blog pessoal

>> quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Antes do início de 2011 não tinha conhecimento da tal ‘blogosfera’. Até que um dia, fazendo uma busca pelo Google, encontrei alguns blogs sobre culinária, artesanato e festas. Foi paixão à primeira vista. Conforme lia as postagens e via as fotos, ia me encantando em encontrar – num só lugar - tantos temas em comum comigo. Certos blogs são tão bonitos e divertidos que minhas visitas tornaram-se frequentes. Ao invés da habitual pausa para o cafezinho aqui no escritório, eu dava ‘um pulinho’ nestes blogs para ‘relaxar’ um pouco e estimular minha criatividade.

Aos poucos e, graças a estes belos blogs, resgatei o desejo de compartilhar. E assim surgiu o Executiva de Panela: a oportunidade de contar meu dia-a-dia como executiva e, também, aspirante a ‘dona de casa’. No Executiva de Panela pretendo falar sobre culinária, decoração, festinhas, filmes, livros, jardinagem, passeios e viagens; e, claro, sobre os "causos" que presencio na minha principal atividade que é sobreviver (e aprender) neste ‘mundo corporativo’. Espero sempre usar de bom humor e leveza para isso.

Meus agradecimentos especiais aos que construiram o Executiva de Panela

Levei algumas semanas para transferir minhas idéias do Executiva de Panela para o papel. Primeiro deixei o formato do blog consolidar bem. Feito isso, travei: “E agora? Como transferir a idéia para uma tela de computador?” Não entendo nada de programação, ilustração, criação. E, para complicar ainda mais minha situação, queria ter um blog bonito, como os que me inspiraram.

Pensando nestes blogs que me inspiraram, contactei minha 'diva' da blogosfera: Katia Bonfadini. O Casos e Coisas da Bonfa é um dos blogs mais bonitos que visito e gosto demais das ilustrações alegres e coloridas da Katia. Além da beleza visual, a nobreza e carinho com os quais a Katia faz o ‘Casos e Coisas’ são absolutamente uma inspiração! Bem, passei para a Katia minhas idéias e, em poucos dias, lá estava minha bonequinha linda! Muito mais linda do que eu imaginava!

Chegou a vez do ‘lay out’ do blog. Que medo eu estava desta parte! Para mim, era um ‘bicho de sete cabeças’ mesmo! Por indicação da Katia, cheguei até a Nana, do 'Manga com Pimenta'. À primeira vista, o blog da Nana parece de culinária. Mas qual o quê! Essa mocinha elabora lindos ‘lay outs’ para blogs e até ilustrações. Dêem um pulo no blog da Nana e vejam a qualidade dos ‘lay outs’ que ela cria! Pessoa boníssima, paciente e muito bem humorada, a Nana também está me ensinando a domar este ‘bicho de sete cabeças’. O que eu faria sem ela?

Katia e Nana decidiram juntas a padronagem do Executiva de Panela. E vejam que interessante: foi justamente nesta parte da criação eu tive ‘um branco’ mesmo. Olhei inúmeras amostras pela web mas acabava 'num branco’. Quando vi este ‘tchan’ que as duas deram ao blog, quase dei pulos de alegria!

O tema ao lado da bonequinha foi feito pelo meu irmão caçula - e, diga-se de passagem, meu grande amigo nesta Vida. A fonte não existe. Ele pacientemente criou letra por letra, vetorizou-as e, com o conjunto, formou as palavras.

Então, na criação do Executiva de Panela me senti em uma platéia contemplando três grandes profissionais tornarem um sonho realidade. Foi como apreciar uma orquestra: cada qual com seu instrumento, compondo esta ‘obra prima’. Do fundo do meu coração, muito obrigada à Vocês três que, com tanta graça, competência e entusiasmo, construiram o Executiva de Panela.

Beijos a todos e bem vindos ao meu blog!

Paula

Read more...

Back to TOP